Pesquisar neste blog

16 de nov de 2010

Crescimento e desenvolvimento ponderal.


O crescimento e o desenvolvimento ponderal das crianças e dos adolescentes se dão por meio de fases e estão estritamente ligados aos seus hábitos alimentares e ao equilíbrio na produção hormonal que os estimula.

A primeira infância que vai do primeiro ano e se prolonga até por volta dos três anos de idade, é a fase na qual há o maior crescimento pós-natal. A alimentação e a boa nutrição são fundamentais para o desenvolvimento dessa criança que, apenas nessa fase, apresenta um grande crescimento, em média de 55 cm.

Já na segunda infância, período que vai dos quatro aos oito anos de idade,  há uma relativa estabilidade no crescimento que depende, principalmente, da produção hormonal, especificamente dos hormônios do crescimento e tireoidiano. Nessa fase a criança deve apresentar um crescimento de 4 a 8 cm por ano e por ser um período de menor freqüência ao pediatra os pais devem ficar atentos ao desenvolvimento adequado dos seus filhos.

Na puberdade, dos 9 aos 11 anos, mudanças características ocorrem nos corpos dos meninos e das meninas por conta das questões hormonais. Nessa fase além da desaceleração do crescimento que ocorre de forma gradual até que atinja uma estabilidade voltando a acelerar na adolescência em diferentes níveis entre os meninos e meninas, ocorre também o crescimento de pêlos pubianos, auxiliares ou torácicos, o aumento da massa corporal, o desenvolvimento das mamas, a evolução do pênis, a  menstruação, etc.  

Os pais devem acompanhar o desenvolvimento dos seus filhos observando problemas que possam ocorrer nessas fases e lançar mão de uma tabela ou um gráfico de crescimento para que possa comparar a sua altura e características físicas com a da população em geral.

Além da alimentação adequada e da produção hormonal outros fatores influenciam o desenvolvimento e a estatura final do indivíduo como a prática de  atividades físicas, a qualidade do sono, as doenças crônicas, a genética, condições de higiene e problemas psicológicos.

Um comentário:

  1. Excelente matéria. Escrita de maneira fácil e objetiva. Com clareza de ideias consegui todas as informações que buscava! Parabéns... Ana Paula

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita.
Deixe aqui o seu comentário e sugestões de temas.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...